quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Estatística psicológica...

Será que aquilo que é, ou tem de ser tomado como, normal tem (mesmo) que ser equivalente àquilo que é a moda, ou seja, àquilo que num cálculo estatístico é o fenómeno mais frequente?... Estou um bocado cansado de permanentemente ser confrontado com um rotundo sim a esta pergunta.

3 comentários:

MDA disse...

Até porque não é tão certo que a resposta seja assim. Basta pensarmos, por exemplo, no consumismo.

Filipe Fernandes disse...

Percebo o que dizes e, efectivamente, discordo totalmente do "sim" que refiro no post; a questão é que me assusta tantas vezes dizer "não" e olhar em volta para um exército de faces acenando com a cabeça...

Anónimo disse...

Nice and thanks!