sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Por estes dias...

Lê-se: um livro delicioso chamado "The Miracle of Castel di Sangro" de Joe McGinniss (altamente recomendado a quem gosta de futebol e/ou a quem já viveu em Itália... Calado e Sargento, tomem nota!) e alguns manuais sobre modelismo (thanks to Zé Pedro)...

Ouve-se: Radiohead (não percebo como andei tantos anos com a mania que não gostava destes senhores...), Johny Cash, The Strokes, Massive Attack, Sérgio Godinhio, Herbie Hancock e, por estranho que pareça, um álbum de cânticos de Natal que contou com a participação da minha mãe...

Viu-se: Terminal... "Yes... Krakhozia..." e episódios em série da Anatomia de Grey.

Andou-se: pelos caminhos de Portugal, como diria o lendário Mário Gil (Marvão, Castelo de Vide, Crato, Belver, Alter do Chão,...).

5 comentários:

André Benjamim disse...

um feliz 2009!

guilha disse...

Vens a Portugal e já nem dizes nada!

Anónimo disse...

"Vens a Portugal..." Pelos vistos nao sou só eu a viver no estrangeiro. :)
Ainda necessitas um traductor para entender os açoreanos?

Feliz 2009

Calado

Filipe Fernandes disse...

Ora bem... André, um óptimo ano para ti pleno de conquistas literárias...

Guilha, o conceito de deslocado dos Açores assemelha-se, em muito, ao emigrante en la France que se desloca à terra natal. Sobra tempo para pouco e muito menos para estar com toda a gente que queremos. Vê se mandas um mail com novidades, ok?

Zé Calado, o açoriano é um mito... Restringe-se a um mero calhau chamado São Miguel :). Imagino que já deves estar a parecer aqueles jogadores da bola portugueses que já falam o belo portunhol...

Abraços.

Josuué disse...

Lipe! Tomarei meu caro, tomarei!
Vê se dizes coisas numa das tuas vindas ao continente e como bom tio da França, vê se trazes uns chocolates, umas gomas, whatever!
Aquele abraço