quinta-feira, 16 de julho de 2009

Mistérios insondáveis

Há uma música dos Mão Morta, chamada "Tu disseste", que contém uma expressão que, recorrentemente, me vem à memória... Diz algo como:

Tu disseste "quero saborear o infinito"
Eu disse "a frescura das maçãs matinais revela-nos segredos insondáveis"

Hoje, mais uma vez, constatei que, ao contrário do que seria de supor, as maçãs matinais e a psicoterapia têm muito, muito em comum.

Sem comentários: