segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Whale watching ou como observar golfinhos anafados à beira do Monte Brasil

A observação de cetáceos nos Açores é, desde a década de noventa, uma instituição nos Açores correspondendo a uma interessante mutação sócio-económica, após a proibição da caça à baleia, no final da década de oitenta. Efectivamente, a caça à baleia, que independentemente da justeza do argumentário ecologista, era uma actividade absolutamente apaixonante em que o homem sublimava pelo arpão a sua insignificância face à grandeza da sua progenitora Natureza, foi susbstituída por uma caça aos avistamentos de cetáceos.

Na Terceira, tal actividade não é tão pujante como no Faial ou Pico, catedrais baleeiras nos Açores, mas isso não impediu que procurássemos capturar um ou outro avistamento de cetáceos nas proximidades de Angra. E, posso garantir, que passei a pertencer ao grupo das pessoas que já caçaram um avistamento... É que os pontinhos pretos da primeira foto são aparições de baleias de bico. Bem sei, que, no fundo, se assemelham a golfinhos anafados, mas são mesmo baleias! O que tem a sua graça e desperta a sua dose de excitação primária e instintiva aquando do avistamento.



Sem comentários: