domingo, 20 de setembro de 2009

Prós e contras de viver na Terceira #6

Um enorme contra de viver na Ilha de Jesus* é o facto de, também por cá, haver democracia. Assim sendo, e como não é de supor que Ferreira Leite suspenda a democracia nos próximos tempos, ocorrem, e ocorrerão, escrutínios democráticos por terras terceirenses. E pergunta o leitor: será este escriba um pestilento opositor da democracia? Não, precisamente por apreciar a democracia é que se torna dolorosa a convivência com determinados fenómenos. Naturalmente, não sou ingénuo ao ponto de entender que só na Terceira é que as pessoas se candidatam para ter mais dias de férias, para aparecer num cartaz ou para galgarem degraus na ridícula escada para algures. Claro que não. No entanto, a proximidade com tudo isto, e o facto de ter de manter os olhos e ouvidos abertos para poder sobreviver, torna tudo tão evidente, tão pegajoso, tão pornográfico que irrita... E faz-nos perder a inocência em relação a muita, muita coisa!

* Ou na Ilha Terceira ou na Ilha do Ovo Cósmico, consoante as versões.

Sem comentários: