quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Na cozinha com Psilipe...

Tenho uma quasi-relação de amor-ódio com tudo o que remete para culinária... Adoro refastelar-me com um belo repasto, bem confeccionado (principalmente pelas minhas chefes de cozinha preferidas...), em boa companhia. Chateia-me mais, revolta-me, até, a minha incapacidade visceral para conseguir realizar uma refeição que possa apresentar a outros seres que não sejam animais de companhia esfomeados*. Não que não goste, uma vez que até acho o acto de cozinhar, o processo de contribuir para a confecção dos alimentos, um acto particularmente relaxante, especialmente em boa companhia humana e musical. Mas, efectivamente, quando distribuíram tal talento eu devia estar distraído, mesmo muito distraído, uma vez que é dificílimo para mim conseguir ter uma relação tranquila e profícua com a cozinha.

No entanto, apesar de ter que constatar uma certa pressão resultante da minha condição recente de ermita**, tenho feito um esforço por utilizar utensílios de cozinha que, normalmente, só passam pelas minhas mãos para os colocar ou retirar da máquina de lavar. E, eis senão quando, decidi criar um projecto gastronómico: irei, a curto prazo, realizar uma refeição de cannelonni.***


Dá-me a ideia que me vou arrepender, mas...

* Se bem que, pensando bem, o saudoso Nicolau, caprichoso como era, dificilmente comeria coisas cozinhadas por mim.

** Frequentemente, e felizmente, interrompida por muitos convites para jantar... :)

*** Algo que, após seis meses em Itália, infelizmente não aprendi a dominar e que nunca realizei nos vinte oito anos que levo à face da Terra.

4 comentários:

Manuela Cunha disse...

E não é que me identifico inteiramente com este post :)
Tantos anos a viver sozinha e a minha culinária resume-se a sopa (e descofio que ninguém mais a coma), saladas e massa branquinha com oregãos!!! E também sei cozer batatas e peixe...mas dá tudo muito trabalho e não me sobra paciência para a cozinha...nenhuma.
Isto é uma vergonha, mas tinha de o dizer....quantas e quantas receitas não tirei da net e prometi a mim mesma que uma vez por semana iria fazer um manjar diferente...pois sim...até hoje o projecto foi adiado!!
Sentia-me só nesta falta de dom para os tachos, mas afinal não sou a única.
Boa sorte para os teus cannelonni :)

psilipe disse...

Sorte é um claro eufemismo para caracterizar aquilo que preciso... Será necessária uma conjugação única de todos os deuses de todas religiões para que esta façanha se concretize. Amén!

Calado disse...

Cannelonnis!!! Aposto q virao dentro de uma embalagem e ficarao 30 min no forno!! Os da marca continente costumam ser bons!! ;)

psilipe disse...

Calarei essa falta de confiança em mim... Pelo menos espero que sim!