terça-feira, 1 de março de 2011

"Ordem dos Psicólogos"...

...é uma expressão que ouvida, lida ou dita me começa a despertar alguma irritação interior. E garanto-vos que não é só por estar obrigado a derreter (penso que a palavra mais adequada é esta, pelo menos até prova em contrário) perto de trinta contos (144 euros) para poder pertencer a uma família que não escolhi.

A ausência de uma Ordem dos Carpinteiros e Marceneiros é um argumento a favor de uma ambicionada inflexão profissional...

Sem comentários: