domingo, 22 de maio de 2011

E quando se confunde o diálogo intercultural com uma acefalia interesseira...

... acontecem coisas como estas.

O Partido Socialista a recrutar imigrantes ilegais a granel para comício em Beja, a troco de uma merenda... Não deixa de ser curioso que, no Público de hoje, Sócrates se refira ao PS como "o partido que não deixa ninguém para trás!". Honra lhe seja feita... não só não deixa, como ainda lhes aquece o bucho.


Nilson, guarda-redes brasileiro dos senhores de Guimarães, irá jogar na selecção do Burkina Faso... Sem nunca lá ter estado, sem ter a mínima ligação familiar a esse país africano e sem, provavelmente, saber que a sua capital se chama Ouadagoudou. Ou seja, tendo a mesma ligação ao Brurkina Faso do que eu. Se isto não fosse tão triste, traduzindo uma perversão do futebol de selecções e do próprio jogo, seria ridículo. Assim é só muito grave... A pièce de resistance da história, como se fosse preciso mais, é que, literalmente, Burkina Faso significa "país dos homens íntegros". Será?...

2 comentários:

Manuela Cunha disse...

De Rio de Mouro a Beja é um "tirinho"...
Eu continuo a leste da política e do mundo, mas adoro vir ver as novidades por aqui :)

psilipe disse...

E fazes tu muito bem... E nem sequer levas um saquinho com a merenda! ;) Estás, no entanto, desde já convidada a lanchar na Terceira, sempre que quiseres...