segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Para quando...

... um Campeonato que acabe no mesmo fim-de-semana em que começa?

 Explico, disputou-se, por estes dias, a primeira jornada do Campeonato Nacional da Primeira Divisão. A Académica, de uma forma bem interessante, foi a Leiria, ou melhor à Marinha Grande, vencer de forma clara por 2-1. Atendendo à conjugação de resultados, e aos factores de desempate, ocupa o primeiro lugar... Se acabasse hoje dar-se-ia uma conjugação perfeita, o meu sonho de campeonato:

- Académica campeã nacional, depois de uma vitória em casa do Leiria;
- Leiria na Segunda, depois de uma derrota com a Académica em casa;
- Guimarães na Segunda, depois de terminar o campeonato em último.

Será pedir assim tanto?...



7 comentários:

Anónimo disse...

Lamentamos, mas vão existir mais 29 jornadas e da maneira como a Académica joga, quiçá, esse primeiro lugar seja a contar do fundo... Compreendo esse jubilo, mas será fugaz... Saudações leirienses

psilipe disse...

Caríssimo visitante da Marinha Grande,

fico contente pelo facto de as minhas linhas terem chegado à sua cidade.

Dois ou três pontos:

- a Académica fez uma boa exibição, vulgarizando o Leiria, que após o primeiro golo desapareceu do jogo, demonstrando uma inépcia visível;

- pelo jogo de ontem, será mais seguro prever a descida do Leiria do que da Académica;

- quanto ao júbilo que refere, não o sinto. Era só uma brincadeira, apesar de não apreciar particularmente o União de Leiria. No fundo, não sou diferente das pessoas de Leiria.

Saudações académicas,

psilipe

Rui disse...

Académica num bom caminho! Pena o mau perder de alguns leirienses, ou marinhenses, não sei... :P

Anónimo disse...

Relembro a todos os comentadores que historicamente a União de Leiria (olhando para as 3 últimas edições da Liga) tem terminado o campeonato com classificações acima da Académica... Ah, não vale a pena parodiar sobre a localização do clube... Se falarmos acerca disso, a Académica também já não é dos estudantes...

psilipe disse...

Caro anónimo, penso que é um contra-senso e algo de profundamente antitético, utilizar a expressão "historicamente" associada à ideia de um recuo de três anos. De facto, nos últimos tempos o União de X tem ficado melhor posicionado do que a Académica. Alguém colocou isso em causa? Penso que não... Quanto à localização, faz sentido um clube que representa uma cidade acabar por andar em romaria por outras cidades para conseguir ter um estádio para jogar? Diga-me que isto não é digno de paródia e, se quer que lhe diga, de preocupação... Quanto à última coisa que refere, não me diga que os estudantes também foram para a Marinha Grande?!

com classificações acima da Académica... Ah, não vale a pena parodiar sobre a localização do clube... Se falarmos acerca disso, a Académica também já não é dos estudantes...

Anónimo disse...

Talvez se soubesse as razões que levaram à saída do estádio pudesse falar... Com certeza que não foi uma saída voluntária... Não estou preocupado... Sabe porquê? Na Marinha Grande, o Leiria obteve a melhor classificação de sempre na Liga...o 5º lugar... Além disso, o número de espectadores também parece ser maior... Apesar da persistência de maus jogos... Infelizmente, não é só a Académica, a Liga portuguesa parece uma liga das nações, não dos portugueses, nem dos estudantes...

psilipe disse...

Meu caro anónimo, ora aí está a diferença do adepto típico da Académica para aqueles de outros clubes. Prefiro mil vezes a Académica a jogar em Coimbra em 12º lugar que a Académica em 5º a jogar em Cantanhede... Há coisas que são indissociáveis e há que reconhecer que o Leiria tem uma reduzida identificação com a cidade, talvez potenciada pelo energúmeno que tem como presidente e, aparentemente, responsável pelo elevadíssimo número de imbróglios que o clube se vê envolvido. Ninguém tem paciência para tanto... Quanto à Liga, aí concordamos. E não me venham com a treta da globalização para justificar um campeonato em que imperam os empresários e os interesses económicos de alguns.