domingo, 4 de setembro de 2011

RTP Açores - I

Quando uma conjuntivite nos obriga a ficar em casa num Domingo à tarde, com a televisão ligada, percebemos que, no fundo, o mundo passava bem sem vinte e quatro horas por dia de RTP Portugal...

3 comentários:

Deka disse...

Palavras sábias...
:)

Rafeira ;) disse...

Então, vou pôr aqui pela primeira vez a minha consideração de incomensurável relevância... Aqui vai. Desde que nasci até aos tempos do ciclo, só existia um canal de televisão por cá, a RTP Açores, porque nós não tínhamos o direito aos outros canais aos quais «os portugueses» tinham direito... Por isso, embora a RTP Açores não seja, reconhecidamente, grande coisa, é para nós uma coisa de grande importância...

psilipe disse...

Deka: a gerência agradece. Quanto tiver um pouquito de tempo hei-de discorrer mais umas coisas. Esta questão anda a corroer-me um bocado.

Caríssima "rafeira": a questão é mesmo perceber que não podemos ser "portugueses" da mesma maneira e que "esta coisa de ter ilhas" tem custos, No entanto, a questão da qualidade do serviço tem que ser colocada, e não tem sido... É muito pensamento dicotómico pelo meio.