quarta-feira, 20 de junho de 2012

Uma estreia no mundo das infografias!

Este post marca a estreia do GV no maravilhoso mundo da Infografia, forma muito em voga, hoje em dia, de transmitir informação conjugando-a com a utilização inteligente da linguagem gráfica.

No Geometrias Variáveis, infografia quer dizer, mais ou menos, psilipe a puxar pela cabeça, a utilizar ferramentas rudimentares do Office e a utilizar a ferramenta de recorte do Windows 7 para transformar tudo em imagem...

Mas, seja como for, aqui fica a primeira infografia (que soem as trombetas!) que nos permite pensar um pouco sobre o espaço que alguns acontecimentos têm na comunicação social, seja nas capas de jornais, seja nos noticiários generalistas.

É que, caso não tenham reparado, por altura em que o Cristiano Ronaldo dedicava um golo ao seu petiz (num gesto amplamente difundido), Pedro Lamy vencia na sua categoria as 24 Horas de Le Mans (a prova de resistência automóvel mais importante da Europa), Rui Costa vencia a Volta à Suíça (quarta prova de ciclismo por etapas mais importante, só superada pelo Tour, pelo Giro e pela Vuelta), Pedro Proença apitava no Euro (confirmando o seu estatuto de um dos melhores árbitros de futebol do Mundo), a Volvo Ocean Race passava por Lisboa (a segunda prova mais importante de Vela do Mundo) e Joana Vasconcelos conseguia a proeza de ter uma exposição de longa duração em Versalhes. 

Mais ainda, durante os últimos dias houve vários desportistas que conseguiram a qualificação para Londres 2012, alguns dos quais em modalidades que, anteriormente, nunca tinham estado representadas nos Jogos Olímpicos.

Bem sei que a comunicação social responde, naturalmente, à lei da procura... mas não terá, igualmente, a possibilidade/responsabilidade de formar públicos e consciências?



sábado, 16 de junho de 2012

Silly Season 2.0 - update

Quem vem aqui com frequência, apercebeu-se da caixa na faixa lateral do blogue onde se vão acumulando nomes, em função da análise da silly-season do Benfica, esse estranho período de defeso onde o delírio e o disparate tomam conta da imprensa desportiva.

Tendo iniciado, pelo segundo ano consecutivo, um esforço de aferir o potencial de disparate da imprensa desportiva, cuja lógica está explicada aqui, apraz-me anunciar que, a meio de Junho, o número de jogadores apontados como potencias reforços do SLBenfica chegou à meia centena. Sim... Cinquenta!

E o circo mediático continuará!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Facebook ou micro-ondas?!

Há dias, numa conversa com a E. (com quem muito aprecio trocar ideias), reflectíamos sobre a função mico-ondas do Facebook, enquanto território de sensações vãs, requentadas e de projecção de falsos egos, criados de forma plastificada, asséptica e tristemente sedutora (sim... gozai com a minha foto actual de perfil).

Hoje, pelas ruelas do Compêndio das Fuças, encontro esta montagem... ego real versus ego projectado. Alteregos do facebook... tão enganadores como tentadores?

Estaremos condenados a isto? Radicará nesta esquizofrénica dualidade o alicerce do nosso Eu?





terça-feira, 12 de junho de 2012

Quereis uma moca de borla?...

Num qualquer dia da vossa existência arranjai uma criança de dois anos a pedir para jogar à apanhada às oito da manhã. 

Juntai um salto temerário para cima de uma cama imitando a criança e um torcicolo/dor aguda no pescoço imediato. 
~
Adicionai a necessidade de fazer medicação forte que contenha um analgésico forte e um relaxante muscular. Tomai a medicação dois dias seguidos e pum!... 

Eis um encontro imediato com uma moca jeitosa que se prolonga durante todo o dia... e que leva a que este mísero e simples post tenha demorado uma quantidade injustificada de tempo a escrever.

domingo, 10 de junho de 2012

Aos trinta anos...

... já era altura de psilipe perceber que quanto mais duvida dos outros, mais está, no fundo, a duvidar de si.

Parece simples...

quinta-feira, 7 de junho de 2012

O Frei Tomás...

Quem conhece psilipe sabe que tal escriba tem uma atracção grande por ditos populares. Acha que em muitos deles reside um potencial enorme e que são, inclusivamente, importantes aliados terapêuticos, permitindo potenciar a retenção das mensagens a transmitir.

Os últimos tempos na Terceira têm demonstrado, no entanto, a perigosidade de tais ensinamentos serem seguidos de forma automática e acrítica...

Diz o povo, na sua sabedoria, que "Bem prega o (Frei) Tomás... faz o que ele diz, não faças o que ele faz".

psilipe recomenda, vivamente, que não façam nem uma coisa, nem outra. Mesmo. Mesmo que isso faça de vocês pessoas, supostamente, perturbadas e que vos ponha a jeito para uma qualquer perícia psicológica que, inevitavelmente, irá parar a um ou outro cliché freudiano.

Assim sendo, não faças o que ele diz, nem faças o que ele faz... Nosso Senhor perdoar-vos-á...

Forte com os fracos, fraco com os fortes...

Estou farto de ser governado por gente que se agiganta perante garotos tresmalhados, mas que agita a bandeira branca perante aqueles que canibalizam o país.

Este recorte do Público Online de hoje demonstra isso, de forma cabal...






domingo, 3 de junho de 2012

O perfeccionismo ou como jogar às escondidas sem mais ninguém...


Hoje apeteceu-me escrever sobre perfeccionismo, essa coisa que nada tem a ver comigo... nada mesmo! E saiu isto...

Imaginem um jogo de escondidas, aquele que consta no arsenal de brincadeiras de qualquer petiz. Imaginem, agora, alguém a jogá-lo sozinho, escondendo o olhar enquanto conta várias dezenas de números até um total imaginário definido por si mesmo. Imaginem a forma como a pessoa, terminada a lenta contagem que sussurrava, se esforçaria por encontrar os restantes companheiros de brincadeira que, com certeza, teriam encontrado super-esconderijos que os tornariam imperceptíveis a qualquer olho de lince mais atento. Imaginem a frustração, a irritação, o sentimento de impotência, enquanto aumentava os seus níveis de esforço e de empenho na busca dos companheiros de brincadeira, ávido da procura de uma solução, do término do jogo, de uma forma inglória, face à sua experiência solitária. Ávido de um epílogo lógico para o seu esforço de conclusão, para a sua necessidade de “fechar o círculo”, de concretizar uma necessária e obrigatória previsibilidade num cenário perspectivado como potencialmente incompleto e, consequentemente, caótico. Se conseguiram realizar o esforço de imaginação que vos pedi, terão, sem porventura dar por isso, pensado em perfeccionismo! Estranho, não?... Tal como a criança que procura algo que não está lá, entrando num jogo condenado à partida, o perfeccionista condena a sua satisfação e realização na perseguição obstinada de um padrão desempenho que não admite nada menos que a perfeição, nada menos que a ausência de toda e qualquer imperfeição ou aspecto menos positivo, procurando, no fundo, algo que não existe (até porque o seu “radar” para a imperfeição é extraordinariamente sensível…). O perfeccionismo é um conceito multidimensional, relacionando-se com vários aspectos do ser humano, que implica a existência de padrões de funcionamento e de exigência que vão além da razão e que são, por conseguinte, inalcançáveis. Os perfeccionistas buscam compulsivamente, e de forma inquestionável, objectivos impossíveis, ancorando o seu sentimento de valor pessoal em função dos seus níveis de desempenho, gerindo o seu quotidiano, de uma forma marcada pela pressão, por um padrão constante de crítica e por uma constante e invasiva insatisfação que, paradoxalmente, acaba por se constituir como um obstáculo para aquilo que a pessoa, normalmente, pensaria, faria e sentiria… É que, tal como o pequeno das escondidas, jogam, de forma demasiado automática, um jogo que não podem, mesmo, vencer. E vocês, têm por hábito jogar às escondidas sozinhos?...

Um país de comentadores... - I

psilipe tem uma obsessão pelas caixas de comentários existentes nas notícias das versões on-line de várias publicações, achando que as mesmas são uma parte do retrato do nosso país e que são uma fonte inesgotável de pérolas. Aqui fica uma delas, a propósito do salário (livre de impostos) auferido por Christine Lagarde, sucessora de Dominique Strauss-Kahn, afastado na sequência de um propalado escândalo, que sublinhou a sua tendência para as senhoras que comercializam prazer a retalho...

Mariana: update Junho '12




Jon Gomm, o homem cuja guitarra é uma espécie de Bimby...

Este é o Jon Gomm (digam: "Olá, Jon Gomm!"), guitarrista que protagonizou, com a sua companheira de estrada Wilma, um concerto a que assisti ontem, na Praia da Vitória. Muito interessante a forma como consegue extrair todo o tipo de sons da sua guitarra, qual Bimby dos instrumentos musicais. No fundo, chegou o homem dos sete instrumentos que só usa a guitarra...

sábado, 2 de junho de 2012

Resumo do dia (até às 17h00)...

Cruzando a actividade de Zumba (uma actividade física demasiado rápida e ritmada para a coordenação psicomotora de psilipe) que foi praticada hoje num convívio com pais da creche da Mariana, com uma sessão de orientação vocacional que conduziu, imediatamente a seguir, a conclusão do dia é que psilipe não tem a mínima vocação para "zumbar" e que se tal actividade fosse basilar na vida profissional de psilipe o seu destino imediato seria o desemprego de longuíssima duração...

Quem raio inventou o Zumba?!