quinta-feira, 16 de agosto de 2012

É oficial... - II

Depois de os limites da negação terem sido atingidos aqui, com a constatação do linguajar terceirense da Mariana, eis senão quando sou confrontado com a seguinte frase, enquanto estávamos num repasto em casa de uma amiga, nas festas da sua freguesia, depois de se ter ouvido o som do rebentar de um foguete...

"Mãe, mãe... rápido! Vamos ver o touro!..."

O que fazer?! O que fazer?!

PS: provavelmente, post unicamente ao alcance do povo terceirense. Explicações serão dadas, desde que pedidas...

Sem comentários: