domingo, 23 de dezembro de 2012

Boas Festas e um 2013 do catano

Chegados aos últimos suspiros de Dezembro, aqui ficam os desejos psilípticos de um Natal pleno de coisas boas e de um Ano de 2013 que supere, em muito, qualquer um dos seus antecessores.

Numa das suas músicas, o Mestre Sérgio Godinho diz-nos que:

"Triste, é muito triste, é demasiado triste, 
Quanto tudo o que existe, tudo parece,
O triste vermelho do SOS"

Que consigamos, no ano que se avizinha, sublimar o medo, a tensão e a incerteza e transformá-las em coisas boas e importantes, que nos preencham e nos façam felizes. Que consigamos não nos cegar pelos constantes SOS com que somos confrontados.

Sim... (ainda) é possível. Sim... é obrigatório.

Sem comentários: