sábado, 16 de fevereiro de 2013

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - XIV

Que a mais vulgar das coisas não tem que estar condenada à insignificância. 

Que o quotidiano mais trivial pode ser algo mais do que banal e monótono.

Que um conjunto de degraus podem ser, se nós deixarmos e por um ou outro segundo, um bolo com vários andares.


Que esse bolo fica bem mais giro quando, como nos bolos dos noivos, lhe colocamos uma princesa em cima.


Que é bem giro imaginar.

Sem comentários: