domingo, 25 de maio de 2014

O povo é sereno... o povo é sereno...

As noites eleitorais são terreno fértil para as alterações de percepção.

O MPT não é um partido pequeno, mas um de "pequena dimensão"; o Bloco tem um resultado bem sucedido porque só perde dois deputados"; no PCP alguém; irá ler o discurso de vitória que sempre se lê, alterando a data, espera-se; no PS lançam-se foguetes, sem lidar de frente com uma votação aquém do se desejaria, sem evitar uma dispersão à esquerda; pela direita, o resultado é visto em função do padrão de resultados de 2004, desafiando a lógica e os limites da imaginação... priceless.

Até agora, as eleições assemelham-se àqueles jogos de futebol entre antigas glórias com barrigas proeminentes. Nunca ninguém perde.

Sem comentários: