quinta-feira, 2 de julho de 2015

A boa surpresa do dia

Além de estranho, o mundo é um lugar pequeno. Hoje a M.C., que está na Polónia, alertou-me para algo, a partir de um livro que lê sobre uma terra que não conhece mas que, como mulher de bom gosto, a apaixona.

No romance "Arquipélago", do escritor terceirense Joel Neto, a M.C. descobre uma referência a este espaço blogosférico, as Geometrias Variáveis. Pelo que se lê, há, mesmo, quem leia e quem por aqui passe e, pelos vistos, quem valorize os disparates deste vosso escriba. E, mais ainda, quem se inspire com eles*.

Não deixa de ser curioso que os mesmos posts que interessaram ao Joel Neto, já haviam permitido que, por via digital, criasse uma amizade com o Daniel de Sá. Uma honraria e, igualmente, a prova que, com a Internet, o mundo se torna (ainda) mais pequeno.

Se já queria comprar o livro, até pelas boas referências que o mesmo tem tido e pelo facto de a principal personagem ser a minha terra de adopção, aqui está mais um bom argumento.  


O exercício de humor referido é está aqui e é descrito nas páginas 221 e 222 do livro.

* Um bom reforço para escrever mais?...

3 comentários:

Manuela Cunha disse...

E eu tenho muito orgulho nos "escribas" que vou seguindo para as minhas leituras ;)
E honras sejam feitas ao que escreves e que vou seguindo há anos e ao escritor Joel Neto cuja escrita vou seguindo e se tem revelado das mais puras, entusiastas e com identidade que conheço.
A internet, essa, tem-me devolvido histórias como esta, de vivermos num mundo onde os nossos pontos de contacto tocam outros e outros criando uma rede gigante. Eu acredito que seja de afectos, também. Nem tudo é mau na internet!
Beijinho e escreve mais;)

Anónimo disse...

Parabéns, Filipe! É um tributo merecido. Escreves muito bem. Denotas uma versatilidade que vai da prosa poética (como o texto lindíssimo que escreveste sobre a tua mãe)ao puro sarcasmo ("Teodoro João à Presidência" - que só me faz lembrar o "Manifesto anti-Dantas"). Fico contente por teres voltado a escrever. Já há alguns anos que leio o que escreves e já estava com pena de teres desistido do blogue. :)

psilipe disse...

Manuela, a gerência agradece. Aproveito para dizer que gosto muito do que escreves, da simplicidade e genuinidade que expressas. Um beijinho.

Caro anónimo, lidando mal com o elogio como lido, fiquei aflito depois de ler o comentário. Obrigado.