Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2014

Aos 32 anos...

... já era altura de psilipe perceber que quanto mais duvida dos outros, mais está, no fundo, a duvidar de si.

Parece simples...

Venho aqui só para dizer que...

... aquilo que terá acontecido na Praia do Meco pouco ou nada tem a ver com praxe. Antes fosse só isso.

(Ajudar a) Crescer é bom...

Era um texto de doze linhas. Havia que ouvir um texto lido pela professora, percebê-lo e escrever doze linhas de prosa sobre o texto ouvido. Aquilo que para um qualquer petiz seria uma tarefa trivial, era para o P. um grande desafio.

A Língua Portuguesa sempre tinha sido o seu calcanhar de Aquiles e a responsável por muitas desilusões. Mesmo sem que houvesse assim tantas razões para isso, tinha aprendido que estava ali o seu maior desafio. Nas leituras aparentemente encriptadas, nos textos fantasiosos (que muitos pareciam não conseguir compreender) que escrevia, no medo de na leitura se notarem as microscópicas dificuldades na linguagem (que já havia, corajosamente, enfrentado no passado), o P. foi-se convencendo que não era capaz. Que havia coisas que não eram para ele...

Na semana passada, trouxe o seu texto, orgulhoso para mostrar ao Filipe e à Liliana. Trouxe as cinquenta e nove linhas que tinha escrito. Trouxe o melhor trabalho da turma, quer na quantidade de linhas, quer na qual…

Haja luz (na mente escura)

Imagem

Carinho

Imagem
Tal mãe, tal filha. Ainda bem.

Como melhorar a saúde de um trintão?

Imagem
Acumulo trinta e dois anos de vida e já não tenho a saúde de outrora.
Tenho uma princesa de quatro anos que muito precisa de mim... Preciso de cuidar da minha saúde, sob pena de poder não estar à altura das minhas obrigações.
Tenho que melhorar a minha alimentação e atender mais à roda dos alimentos.
Evitar aquilo que mais mal me faz e passar a privilegiar aqueles alimentos que, apesar de nos fazerem muito bem, acabamos por evitar.
Tomei uma decisão.
Vou começar a beber mais legumes!

Quereis sentir partes do corpo que não sabeis que tendes?

Corram, dois dias seguidos, alguns quilómetros, depois de não o fazerem há uns anos jeitosos.
No fim-de-semana haverá mais...
Foi um gosto conhecer-vos a todos.

Um olhar pessoal sobre a Violência Doméstica

Imagem
E aqui fica um texto que me foi pedido, e que será publicado, a breve trecho, numa publicação regional, sobre a violência doméstica.

O pedido foi realizar um texto que retratasse um olhar pessoal sobre o fenómeno. Sendo algo pessoal, reforcei o texto com algumas fotos da minha autoria, que acompanham o texto.

Aceitar o desafio de abordar a temática da violência doméstica, e da igualdade de género, assemelha-se ao acto de vislumbrar um mosaico ou um vitral. É possível admirar uma parte, formular uma visão sobre um dos seus pormenores, mas a real compreensão da sua dimensão e do seu significado depende, directamente, da forma como aceitamos que o todo é bem mais do que a soma das partes e que só se encontra a sua verdadeira plenitude na atenção e compreensão de todas as suas vicissitudes. Não o fazer, conduz, de forma inapelável, a visões parcelares, pré-concebidas, redutoras e infelizes que colocam em causa objectivos, modelos de entendimento e, até, os alicerces das políticas da igua…

Caminhar a dois...

Imagem
...é um mimo.

Memória no lusco fusco

Imagem

Aceitam-se apostas...

"Fazer sexo com animais aumenta a ligação entre o ser humano e a natureza. Pelo que, está claro, não devemos considerar a Zoofilia uma perversão, mas sim uma celebração das nossas origens... No fundo, somos todos animais. Dois milhões e meio de portugueses, levam todos os dias, a vias de facto saudáveis relações sexuais com animais das mais variadas espécies, relações essas que, convenhamos, nada têm de censurável".


Quem terá proferido a seguinte citação?


1 - Um pastor beirão solitário nas invernias perdidas da serrania;


2 - Um psicólogo;


3 - Um psicopata;


4 - Um utente de um qualquer serviço de Saúde;


5 - Uma pessoa que aparenta precisar de acompanhamento urgente.


Podem ser escolhidas mais do que uma opção.


Boa sorte.


A revelação do prémio virá depois...

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - XL

Imagem
Que a imaginação, a criatividade e um sorriso são os melhores catalisadores do quotidiano.

Que salsichas, esparguete, pimento, ervilhas, milho e ovo podem ser polvos, mar, peixes, areia e um Sol esplendoroso (como aquele que teima em desafiar a invernia, hoje, em Angra).

Que é bom começar o fim-de-semana em família.


"Liberta-te Meu Povo, ou Morre!"

No dia em que se assinala três décadas sobre a morte de José Carlos Ary dos Santos, deixo um poema de Joaquim Namorado que era sublimamente declamado por ele.

Chama-se Port Wine e, bem lido, tem um carácter, infelizmente, actual.


O Douro é um rio de vinho
que tem a foz em Liverpool e em Londres
e em Nova-York e no Rio e em Buenos Aires:
quando chega ao mar vai nos navios,
cria seus lodos em garrafeiras velhas,
desemboca nos clubes e nos bars.

O Douro é um rio de barcos
onde remam os barqueiros suas desgraças,
primeiro se afundam em terra as suas vidas
que no rio se afundam as barcaças.

Nas sobremesas finas, as garrafas
assemelham cristais cheios de rubis,
em Cape-Town, em Sidney, em Paris,
tem um sabor generoso e fino
o sangue que dos cais exportamos em barris.

As margens do Douro são penedos
fecundados de sangue e amarguras
onde cava o meu povo as vinhas
como quem abre as próprias sepulturas:
nos entrepostos dos cais, em armazéns,
comerciantes trocam por esterlino
o vinho que é o sangue dos seus corpos,
mo…

Mariana - update Janeiro '14

Imagem

(Aprender) A aprender...

Imagem

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - XXXIX

Que a rapidez de resposta é directamente proporcional à cronologia.

Que, por vezes, descobrimos, nas respostas da princesa, que somos dotados de um estranho poder adivinhatório.

Pai de Mariana (após um dia em que o comportamento da princesa foi muito pouco principesco) - Mariana, hoje, depois de chegares a casa, não vai haver bonecos, nem jogos, nem história!

Mariana (ostentando uma cara de pau que faria o Pinóquio corar de inveja) - Papá, essas são as coisas que eu não queria fazer hoje!

Pai da Mariana (em pensamento) - Hã?!

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - XXXVIII

Imagem
Mariana -Papá, este senhor tem cara de mau!

Pai de Mariana - Achas que ele diz verdades ou mentiras?

Mariana - Hmmm... Acho que ele diz mentiras.

Que há coisas que são mesmo evidentes. Que uma princesa de quatro anos consegue ver mais além que todo um congresso partidário.

Como é importante, sempre, manter a distância de segurança...

Imagem

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - XXXVII

Que há perguntas que são difíceis de responder.

Que o pai pode, afinal, ter as mesmas dúvidas da princesa.

Mariana: "Porque é que o pai do pai já está morrido?..."

Uma Hércules na Terceira

Imagem

Noite

Imagem

Que seja um ano cheio de luz...

Imagem

Há coisas que só se dizem no mundo do futebolês

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - XXXVII

Imagem
Que as coisas não têm que ter, sempre, o nome que lhes deram, podendo ter o nome que nós lhe preferimos dar.
Que um globo terrestre se torna bem mais interessante quando lhe chamamos "aquela-coisa-redonda-que-tem-as-cidades-todas-que-existem".