O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - LXXVIII

Que, na senda do que foi escrito aqui e aqui, há coisas que estão a mudar.

Que, afinal, as "Marias Rapaz" gostam de andar de saia e botas "fashion".

Que o guarda-roupa de uma "Princesa Maria Rapaz" pode fazer sucesso junto das outras princesas, mormente daquelas que fazem anos.

Que a Princesa tem uma perspicácia e criatividade digna de registo e que a velocidade de raciocínio aumenta à velocidade da luz. Ou de um unicórnio no meio do arco-íris.

Que é difícil acompanhar um unicórnio no meio do arco-íris nos dias mais esquisitos e sombrios. Que, contudo, temos que ser mais rápidos que eles. Se custa...

A Princesa, na lufa-lufa da sua vida social agitada, foi a um aniversário da Princesa M., colega de escola. Com uma estranha resignação, vestiu-se com uma saia e umas botas que tem, onde constam um unicórnio e um arco-íris. Fica linda, numa opinião imparcial.

Deixada pela mãe, coube ao pai ir buscá-la no final da celebração.

A P., mãe da aniversariante, por entre elogios que deixaram o Pai da Mariana orgulhoso, conta que as botas da Mariana fizeram sucesso.

Que, após o jogo de bowling, o unicórnio e o arco-íris voaram de mão em mão, para gáudio das meninas que adoraram a decoração das botas da Princesa. Acrescentou que, enquanto brincavam com as suas botas, uma Princesa descalça lançou a sua tirada do dia:

Princesa - Quem me dera que estivesse aqui a minha mãe... dizia-lhe "hashtag: mãe elas levaram as minhas botas"!


Priceless.

Sim. As botas vieram com ela.

Comentários

Mais lidos

Mais um lugar esquecido: uma universidade esquecida

Os sanatórios do Caramulo nos dias de hoje...

Grande Sanatório e Pavilhão de Cirurgia - Caramulo

Lugares esquecidos: Central Hidroeléctrica da Companhia do Papel do Prado (Casal do Ermio)

Um hospital moribundo na Cidade Património

XXVIII Meia Maratona dos Bravos: Missão comprida ou cumprida?

A fuga dos conquistadores do Jamor...

Inspiração para uma vida feliz

O que se aprendeu, hoje, com a Mariana... - LXXXIX